You are currently viewing Checklist de Empilhadeiras: 9 itens que não podem faltar
  • Reading time:12 mins read

Checklist de Empilhadeiras: 9 itens que não podem faltar

O checklist de empilhadeiras tem um papel importante para o operador e na operação do equipamento.

Seu objetivo é garantir a segurança do operador, de outros colaboradores e também melhorar o uso do equipamento.

Em uma simples lista de tarefas pré-uso do equipamento é possível ter tais ganhos.

Assim, vamos falar o que não pode faltar no checklist de empilhadeiras.

Vamos explicar o que são e como podem ser aplicados.

E ainda vamos disponibilizar um exemplo de checklist para empilhadeira gratuito para baixar.

Tenha uma boa leitura.

Checklist de Empilhadeira: O que são?

O checklist aplicado na empilhadeira consiste em uma lista de itens a serem verificados, incluindo desde a qualificação do motorista e uso de epi’s até as condições dos equipamentos veiculares. Dessa forma, tem o objetivo de garantir a segurança e o bom uso da ferramenta.

As empilhadeiras são bastante utilizadas para manipulação e transporte de cargas.

Utilizado em grande escala na indústria, construção civil e empresas de médio e grande porte no varejo.

O uso das empilhadeiras na indústria deve seguir as Normas Regulamentadoras – NR 11 e NR 12.

A NR11 trata de normas e medidas para a segurança de trabalhadores que operam no transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de cargas. 

Para maiores informações da NR11 você pode entrar no site do Ministério do Trabalho clicando aqui.

A NR12 estabelece normas de segurança no trabalho em máquinas e equipamentos.

Já a NR12 você pode conferir o documento disponibilizado pelo Ministério do Trabalho acessar clicando aqui.

Dessa forma, vamos aos itens que não podemos esquecer no checklist.

9 itens que não podem faltar no checklist

Ao estudar a NR11 e NR12 e conferir a operação nas empresas, reunimos uma série de itens que devem ser verificados.

Assim, você e sua empresa podem ter mais segurança no trabalho e movimentação de empilhadeiras.

1. Habilitação e EPI’s

De acordo com as normas de segurança o operador de empilhadeira deve ter uma habilitação.

Não deve ser confundido com uma CNH!

A habilitação para a condução e transporte de cargas deve ser específica e obedecer às condições de operação da empresa.

E ainda, todas as vezes que houver alguma mudança brusca na operação, devem ser realizadas reciclagens.

Assim, é preciso verificar se o motorista é habilitado para operar o equipamento.

Quanto ao uso de EPI’s podemos concordar que é um item mínimo de segurança, correto?

O operador de empilhadeira está sujeito a ambientes hostis e movimentações de cargas.

Assim, possuir os equipamentos de proteção individual deve ser obrigatório.

2. Identificação do Operador

A NR12 exige que operadores de máquinas autopropelidas devem sempre portar seus documentos de identificação.

E nele deve conter: nome, função e fotografia. Sempre em local visível!

Este documento de identificação também deve ser renovado dentro de um ano com exame médico.

3. Equipamentos Luminosos

Entre os equipamentos luminosos estão faróis, giroflex e luzes de freio e de ré.

Sempre visando a segurança tanto do motorista, que pode necessitar de iluminação para trabalho.

Tanto quanto para todos em volta, já que conta com as luzes de freio e ré e indicam o movimento de forma visual.

E o giroflex possui até um grande alcance com sua potência de iluminação.

Assim, é sempre bom checar se estão funcionando antes de usar o equipamento.

4. Equipamentos Sonoros

Já os equipamentos sonoros consistem em buzina e som de ré.

A buzina deve ser usada com consciência, uma vez que a operação pode ser em locais fechados.

E o som de ré é sempre para indicar a todos a sua volta sobre a movimentação da empilhadeira.

Novamente, ambos indicam movimento e transmitem segurança ao motorista e colaboradores do local.

5. Freio e Rodas

Todo os equipamentos precisam estar em bom estado.

Imagine se algo ou alguém atravessa a sua frente e o freio do seu veículo não funciona.

Mesmo que seja a uma certa distância e você não consegue parar o equipamento!

Você pode causar ou sofrer um acidente que pode prejudicar tanto ao condutor quanto ao outro colaborador.

O mesmo se aplica às condições das rodas.

O trabalho é geralmente realizado com movimentação de altas cargas e precisa se transportado com cuidado.

 Em condições nas quais as rodas não estão em bom estado podem fazer com que o condutor perca o controle do equipamento.

Assim como podem causar algum movimento brusco que pode afetar a operação.

 Portanto é sempre importante verificar as condições de freio e das rodas.

6. Movimentação

Para garantir que não haverá surpresas ao condutor, é sempre bom fazer um teste de movimentação.

Movimentos de avanço, ré, virar a esquerda e direita.

Assim, você reduz o risco de algo inesperado acontecer em sua operação.

7. Água e Sistema de Lubrificação

Estes itens de água e lubrificação são importante para aumentar a vida útil do equipamento.

Além de reduzir custos de manutenção.

Dessa forma, verificar o nível de água e óleo no sistema são de extrema importância para o funcionamento do equipamento.

É uma atividade simples que pode reduzir custos consideráveis em manutenção e evitar a reincidência de compras.

8. Equipamentos de Segurança

Os equipamentos de segurança, como o próprio nome já diz, são os itens básicos para a operação.

Entre eles temos o cinto de segurança, que pode evitar acidentes mais graves, principalmente ao operador.

E o extintor de incêndio que deve ter em todo veículo em caso de emergências.

É sempre necessário fazer a verificação destes itens para que não haja maiores acienteder com os envolvidos.

9. Condição Geral

A condição geral do equipamento tem o objetivo de garantir a melhor utilização e conscientização do operador.

Assim, devem ser verificados se há algum arranhão, deformações, itens quebrados.

Ao realizar esta verificação antes de usar um equipamento, o operador vai buscar devolver da mesma forma que pegou.

Ou seja, terá cuidados maiores.

Ainda mais se você tiver controle de quem foi o último que realizou.

Pois você saberá o estado anterior e vai confrontar com o estado atual.

Assim devem ser observados a cabine, o painel, a parte interna e externa do veículo.

Como aplicar de Checklist de Empilhadeira?

O que nós indicamos para sua operação é que aplique o checklist sempre antes que o equipamento for utilizado.

Dessa forma você reduz consideravelmente o risco de acidentes que podem acontecer na operação.

Como vimos são verificados itens importantes que podem garantir a segurança não só do motorista, mas de todos à sua volta.

Além disso, vai deixar o motorista mais consciente no uso do equipamento.

A empilhadeira é um ativo das empresas e tem custos elevados.

Você, ao garantir melhor uso, garante até mesmo que a empilhadeira possa durar mais tempo.

Evitando uma nova compra, reduzindo o custo operacional.

Se você ainda não tem um modelo para uso, criamos um checklist de empilhadeira para você baixar, sem custos. É só clicar aqui!

Aplicativo de Checklists: Porquê usar?

Dependendo do número de equipamento e número de vezes que ele é utilizado, você terá um alto volume de dados.

Ao preencher vários checklists eles vão sendo acumulados.

Como você vai avaliar se eles estão realmente sendo feitos? E se estão sendo feitos de forma correta?

Como acompanhar que foi o último que realizou? E se estão fazendo na frequência correta?

Com o uso de um aplicativo de checklists todos estes problemas podem ser solucionados.

Nosso aplicativo pode ser utilizado em qualquer celular, tablet ou computador.

Dessa forma, você economiza papel e armazena todo informação de forma digital.

Temos ferramentas importantes como registros de fotos e de localização.

Isso garante que o item verificado está realmente da forma como foi avaliado.

De forma simples e com o uso do celular ou tablet.

Ainda, se o farol estiver queimado, você já pode criar um plano de ação instântaneo.

Indicando quem deve concertar, reduzindo a ociosidade do equipamento.

Você pode ver quem foi o último que fez, e quais foram as respostas dele.

E por fim, todos os dados podem ser configurados em relatórios e análises automáticas economizando o tempo nestas tarefas burocráticas.

Nós somos uma empresas especialista em checklists.

Caso queira agendar um teste gratuito, clique aqui.

Ou converse com algum de nosso consultores.

Garanta mais segurança aos colaboradores e melhor uso do equipamento

Neste artigo falamos sobre o que são os checklists de empilhadeira e porquê eles devem ser aplicados.

Também levantamos 9 itens que não podem faltar neste checklist. São eles:

  1. Habilitação e EPI’s
  2. Identificação do Motorista
  3. Equipamentos Luminosos
  4. Equipamentos Sonoros
  5. Freio e Rodas
  6. Movimentação
  7. Água e Sistema de Lubrificação
  8. Equipamento de Segurança
  9. Condições Gerais

Ainda disponibilizamos um template gratuito de checklist de empilhadeira.

E indicamos que eles deve ser aplicados sempre que possível antes de operar o equipamento.

Conforme mencionamos, fazer este checklist de forma digital vai garantir que está sendo feito de forma correta.

Reduzir custos de papel e seu tempo na análise dos dados.

Se gostou deste nosso post, por favor compartilhe em suas redes sociais.

Caso queira saber mais, converse com um de nossos consultores.

Deixe um comentário