fbpx
Você está visualizando atualmente O que é o método TPM e quais são os objetivos?
  • Tempo de leitura:20 minutos de leitura

O que é o método TPM e quais são os objetivos?

O método TPM (Total Productive Maintenance) é uma abordagem de manutenção focada em maximizar a eficiência dos equipamentos e na melhoria contínua dos processos produtivos. Seus objetivos incluem reduzir falhas, aumentar a produtividade, melhorar a qualidade dos produtos e garantir a segurança no trabalho. Saiba mais!

Você já ouviu falar sobre TPM? Calma, não é sobre o que você está pensando! Traduzido do inglês, o método TPM significa Manutenção Produtiva Total e é uma técnica que tem o objetivo de prevenir falhas, perdas e prejuízos ao longo da produção das empresas.

Já imaginou diminuir a frequência com que o seu maquinário dá problema, além de aumentar a qualidade dos seus produtos? Pois é, saber o que é o método TPM e quais são os seus principais objetivos pode ajudar você a otimizar os processos internos e a eficiência da sua equipe. Confira!

Colaboradores de setores diferentes simbolizando a integração de setores usada no método TPM. Atrás, um ícone de engrenagem, um alvo com uma flecha no centro, um ícone de check e uma tag com cinco estrelas.

O que é o método TPM (Manutenção Produtiva Total)

Bem, como falamos há pouquinho, a manutenção produtiva total é basicamente um conjunto de técnicas, estratégias e objetivos que têm como alvo reduzir possíveis gargalos ao longo da produção e aumentar a qualidade de tudo o que foi produzido.

Os três princípios deste método são:

  • Diminuição de perdas, falhas e riscos no processo de produção;
  • Otimização do uso de ativos industriais;
  • Aumento da qualidade de produtos e geração de competitividade. 

Esta estratégia tem transformado a forma como empresas ao redor do mundo cuidam de seus equipamentos, suas ferramentas e seus processos produtivos, integrando os setores operacionais e de gestão de manutenção.

Criado nos anos 70, no Japão, o TPM foi desenvolvido com o propósito de melhorar a produtividade e obter a garantia de qualidade das operações industriais. O diferencial desse método é integrar todos os colaboradores, desde os operadores das máquinas até os da alta gerência, a fim de promover melhorias contínuas.

Leia mais: Integrar a equipe pode ajudar sua empresa a garantir mais sucesso

Um colaborador do setor de manutenção segurando um tablet com dados e um símbolo de<br />
qualidade e cinco estrelas na tela e uma colaboradora do setor administrativo usando<br />
um notebook.

Objetivos do método TPM

O método TPM serve para garantir que tudo funcione de forma mais eficiente e com menos interrupções. Ele envolve todos os funcionários na manutenção e melhoria contínua das operações, com os propósitos de ter menos problemas e gargalos com o maquinário, produzir produtos de alta qualidade e contar com um ambiente de trabalho mais seguro.

Veja, a seguir, quais são os principais objetivos da manutenção produtiva total e os benefícios de cada um para o seu negócio.

Objetivo

Benefício

Maximizar a eficiência dos equipamentos

Redução de falhas não planejadas

Melhorar a qualidade dos produtos

Produtos finais mais consistentes 

Aumentar a segurança no trabalho

Menos acidentes e um ambiente de trabalho mais seguro

Envolver todos os funcionários

Maior motivação e senso de responsabilidade

Reduzir custos operacionais

Menos gastos com reparos imprevistos e manutenção corretiva

Promover a melhoria contínua

Processos mais eficientes e inovadores ao longo do tempo

Dois colaboradores participando de um treinamento de capacitação, um dos pilares do método TPM.

8 pilares do método TPM

Os 8 pilares da Manutenção Produtiva Total (TPM) são fundamentos essenciais para transformar a eficiência e a produtividade na sua indústria. Esses pilares devem ser trabalhados em conjunto para fortalecer uma cultura de melhoria contínua, onde todos os funcionários estão envolvidos e comprometidos com a excelência operacional.

Conheça mais sobre cada um dos pilares a seguir!

1. Melhoria Focada

Este pilar é sobre eliminar perdas e melhorar continuamente os processos. A ideia é envolver todos na busca por soluções simples e práticas para problemas do dia a dia, a fim de tornar a produção mais eficiente e menos suscetível a falhas.

2. Manutenção Autônoma 

Aqui, os operadores das máquinas assumem pequenas tarefas de manutenção, como limpeza e inspeção. Isso ajuda a detectar e prevenir problemas antes que se tornem mais graves, além de aumentar o senso de responsabilidade do time sobre os equipamentos utilizados no dia a dia.

3. Manutenção Planejada

As manutenções não devem ser feitas só quando algo quebra ao longo da produção. Este pilar tem o objetivo de planejar manutenções regulares e preventivas, garantindo que as máquinas estejam sempre em boas condições para evitar paradas inesperadas que podem atrapalhar a produção.

4. Treinamento e Educação

Capacitar os trabalhadores com regularidade é fundamental. Este pilar foca em fornecer treinamentos contínuos para que todos tenham as habilidades necessárias para realizar tarefas de manutenção e melhorar os processos.

5. Controle Inicial 

Quando novos equipamentos ou processos são introduzidos, este pilar garante uma implementação eficiente desde o início. O foco dele é identificar e solucionar problemas antecipadamente para facilitar a adaptação e operação dos novos sistemas.

6. Manutenção da Qualidade

Garantir a qualidade dos produtos é essencial. Este pilar se dedica a identificar e eliminar causas de defeitos e falhas na produção, garantindo que os produtos finais sejam consistentes e de alta qualidade.

7. Gestão da Segurança, Saúde e Meio Ambiente

Um ambiente de trabalho seguro e saudável é crucial. Este pilar promove práticas que previnem acidentes e minimizam impactos ambientais, a fim de que todos trabalhem em um lugar mais sustentável.

8. TPM em Escritórios

O TPM não é só para os processos industriais, mas também para os administrativos. Este pilar aplica os princípios da manutenção produtiva aos escritórios, buscando melhorar a eficiência e organização em todas as áreas da empresa, desde a administração até os serviços de suporte.

Leia mais: Saiba como fazer checklist manutenção preventiva

Colaboradores de setores diferentes simbolizando a integração de setores usada no método TPM.

Como implementar a manutenção produtiva total

Agora que você já conhece os objetivos, benefícios, princípios e pilares do TPM, é hora de entender como implementar esse conjunto de técnicas de forma prática na sua empresa. Acompanhe o passo a passo e confira!

Preparação e Planejamento

O primeiro passo é criar um plano de implementação detalhado. Isso envolve definir objetivos claros, estabelecer metas mensuráveis e identificar os recursos necessários. É importante que os gestores estejam comprometidos e que haja uma equipe dedicada de responsáveis para liderar a implementação do TPM.

Formação de Equipes de TPM

Monte equipes multifuncionais que incluam operadores, técnicos de manutenção e gerentes. Essas equipes serão responsáveis por identificar problemas, desenvolver soluções e implementar melhorias.

Capacitação e Treinamento

Treine todos os funcionários sobre os princípios do TPM e suas responsabilidades dentro do sistema. Ofereça workshops, treinamentos práticos e reuniões rápidas para assegurar que todos entendam e possam aplicar as práticas de manutenção produtiva com mais facilidade.

Realização de Auditorias Iniciais

Conduza auditorias iniciais para avaliar o estado atual dos equipamentos e processos. Identifique áreas críticas que necessitam de atenção imediata e estabeleça uma linha de base para medir o progresso futuro. 

Implementação de Manutenção Autônoma

Comece a treinar os operadores para realizar tarefas básicas de manutenção, como limpeza, inspeção e lubrificação. Isso não apenas ajuda a prevenir problemas, mas também aumenta o envolvimento e o senso de propriedade dos colaboradores em relação aos equipamentos.

Desenvolvimento de Manutenção Planejada

Crie um cronograma de manutenção preventiva com etapas detalhadas. Isso inclui a programação regular de inspeções, reparos e substituições de peças antes que ocorram falhas. Utilize os dados coletados das auditorias iniciais para priorizar as ações mais urgentes.

Melhoria Focada

Inicie projetos de melhoria contínua para eliminar perdas e aumentar a eficiência. Encoraje as equipes a identificar pequenos problemas e implementar soluções de forma mais prática e rápida. É importante contar com ferramentas de controle operacional para acompanhar os processos e obter dados em tempo real.

Controle Inicial e Padronização

Estabeleça padrões para a operação e manutenção dos novos equipamentos e processos. Garanta que todas as práticas sejam documentadas e que os operadores estejam treinados para segui-las de forma adequada.

Monitoramento e Medição

Acompanhe o progresso regularmente por meio de indicadores de desempenho (KPIs). Realize revisões periódicas para avaliar os resultados das iniciativas de TPM e fazer ajustes sempre que for necessário.

Cultura de Melhoria Contínua

Promova uma cultura em que a melhoria contínua seja parte do dia a dia de todos na empresa. Celebre os sucessos, recompense o desempenho da equipe e continue a fornecer treinamento e suporte para todos os colaboradores.

Antes de implementar o método TPM, é recomendado também conhecer mais sobre o programa da metodologia 5S (seiri, seiton, seiso, seiketsu e shitsuke), que foi criada na década de 1950, no Japão, e visa gerar diversas melhorias na organização das empresas.

Baixe gratuitamente o e-book 5S e veja como essa metodologia pode ser aplicada em indústrias de qualquer setor para revolucionar sua operação.

Call to action do e-book 5S o que é e como aplicar

Assine nossa newsletter para receber mais dicas diretamente no e-mail!

Deixe um comentário