Checklists para condomínios: Simplifique sua gestão
  • Reading time:8 mins read

Checklists para condomínios: Simplifique sua gestão

O uso de checklists para condomínios podem facilitar a vida do síndico e ainda trazer mais qualidade aos condôminos.

A rotina de verificação do síndico é encontrada em detalhes e deve ser feita com cuidado.

Mas, com uma lista de verificação bem montada e a frequência bem determinada, a sua gestão será mais eficiente.

Assim, vamos falar sobre o que é um checklist para condomínios.

E buscar apresentar como ele deve ser feito para se ter bons resultados.

Tenha uma boa leitura!

Checklist para condomínios: O que é?

A gestão de um condomínio pode ser bastante desafiadora seja pelos itens a serem verificados ou pelas pessoas.

Você também gosta de se sentir confortável em seu lar?

Pois bem, o condomínio é um lar de várias pessoas que podem contar com vários detalhes.

Sejam dos itens mais comuns como limpeza, organização e o funcionamento dos equipamentos.

Até mesmo o conforto, barulho, entre outros.

Dessa forma, a gestão passa por todos os dias o condomínio estar em pleno funcionamento.

Ou seja, evitar surpresas, gastos com reparos, principalmente aqueles custos inesperados e indesejados.

E ainda deve buscar ao máximo evitar que os condôminos fiquem insatisfeitos.

Dessa forma, um documento que permita ao síndico lembrar tudo que precisa ser feito ajudaria bastante, não é mesmo?

E este é um dos objetivos do Checklist!

Assim, os checklists para condomínios devem conter todos os itens que devem ser avaliados pelo síndico.

E neste momento é importante colocar todos os detalhes para que não falte nada.

Checklists para condomínios

O que você deve incluir no checklist?

Então o que não pode ser esquecido pelo síndico na hora de avaliar seu condomínio?

Devemos lembrar que cada condomínio pode ter suas especificidades, tendo mais ou menos itens.

Mas separamos alguns pontos para auxiliar a rotina do síndico.

Limpeza e Organização

O primeiro ponto que separamos é um aspecto visual que pode causar sentimentos negativos aos condôminos.

Afinal, qual o seu sentimento ao chegar em um local sujo e desorganizado?

Assim, manter a limpeza e organização do local é um dos pontos principais na tarefa do síndico.

E onde pode ser avalizado:

  • Portaria
  • Hall
  • Elevadores
  • Escadas
  • Estacionamento
  • Banheiro
  • Calçadas externas

Cada um destes pontos deve ser um item diferente no seu checklist.

E também ele deve ser agrupado com os outros itens do mesmo ambiente.

Iluminação

Outro item muito importante é a iluminação, avaliando se há alguma lâmpada queimada.

Da mesma forma que limpeza e organização, devem ser inspecionadas em vários locais.

Lixo e Lixeiras

A retirada do lixo deve ser feita sempre no dia correto, evitando assim acúmulo desnecessário.

Assim, também deve ser observada a lixeira, se não há excesso de armazenamento.

Ainda, é importante observar se os lixos estão devidamente lacrados.

E se não obstruem a passagem daqueles que transitam no local.

É importante também ter cuidados com a coleta seletiva.

Elevadores

Os elevadores além de limpos devem estar em pleno funcionamento, evitando surpresas.

E também é importante conferir se os botões e o display dos andares estão em conformidade.

Já semanalmente é possível verificar se há vazamento de óleo nas máquinas.

E ainda verificar se o quadro elétrico apresenta sinais de sobrecarga.

Uma atividade que pode ser realizada de forma mensal é a checagem do nível de óleo dos elevadores.

Além da regulagem das sapatas de freio dos elevadores.

Câmera e Interfone

Por questões de segurança é importante verificar se as câmeras estão em funcionamento.

A verificação pode ser através das imagens do sistema CFTV.

Outro item importante é o interfone, verificando se está sempre operante.

Portões automáticos

Ainda em equipamentos eletrônicos que são passíveis de falha tem os portões automáticos.

Assim é importante conferir todos os dias e se possível ter uma manutenção preventiva com uma frequência adequada.

Estes itens devem estar em pleno funcionamento pois estão relacionados à segurança dos condôminos.

Garagem

Na garagem devem ser avaliados os itens já citados anteriormente, como iluminação e limpeza.

Assim como o funcionamento da câmera no ambiente que pode auxiliar na segurança.

Ainda, é possível avaliar se há infiltrações, trincas e rachaduras.

E por fim, fazer uma análise de utilização como o uso correto da garagem pelos condôminos.

Com essa análise de utilização pode evitar brigas e dores de cabeça.

Jardim

Mantenha o jardim sempre organizado e verifique se está sendo bem cuidado.

A manutenção de um jardim gera custos aos condôminos e quanto mais otimizado melhor.

E fazer com que ele esteja limpo e bem cuidado vai reduzir os gastos.

Piscina

Verifique se a piscina está bem higienizada sempre.

E mantenha contrato para a limpeza da piscina para que não gere reclamações dos condôminos.

Tenha atenção com períodos de mais movimento como verão e férias escolares.  

Já de forma quinzenal ou mensal, verifique e faça a manutenção das bombas.

A manutenção preventiva pode evitar altos custos.

Área de Lazer

As áreas de lazer podem ter outros brinquedos e equipamentos que também precisam ser verificados.

Assim, se colocar uma rotina semanal para verificação pode evitar acidentes ou desconfortos.

E esta área é o momento de distração que não pode virar um pesadelo para aqueles que usufruem.

Caixas d’água

As caixas d’água devem ser limpas de tempo em tempo e podem ser realizadas com uma frequência menor.

Mas é importante conferir todo o sistema hidráulico e podem incluir:

  • Reservatórios d’água, test
  • Case de bombas
  • Bombas d’água e válvulas redutoras de pressão
  • Poços artesianos
  • Tubulações

Geradores

Os geradores precisam estar prontos para operação quando necessários.

E nem sempre dá para prever quando iremos precisar.

Por isso, é importante que seja verificado também de forma periódica, como por exemplo toda semana.

Assim, devem ser verificados possíveis vazamentos de óleo ou combustível.

E também fazer testes de funcionamento!

Pintura e Estrutura

E por fim, estes últimos itens envolvem uma análise estética e até mesmo de segurança dos moradores.

A pintura é importante para manter um bom ambiente para os condôminos, assim como a limpeza e organização.

Já as análises estruturais como trincas, rachaduras e infiltrações em paredes, pilastras e tetos podem evitar acidentes.

Checklist para condomínios: Melhore sua gestão e a qualidade de vida dos condôminos

A gestão de um condomínio envolve manter a boa convivência e a satisfação dos condôminos.

E assim, é necessário ter uma rotina de atividades e verificações para que nada passe despercebido.

Dessa forma, uma ferramenta que visa auxiliar a gestão realizada pelos síndicos é o checklist. 

Como vimos, o checklist é uma lista de verificação que contém todos os pontos que precisam ser avaliados.

E ele deve ser aplicado de forma frequente para que nada passe despercebido.

Assim, separamos alguns itens que não podem faltar em um checklist tais como:

  • Limpeza e organização
  • Iluminação
  • Lixo e Lixeiras
  • Elevadores
  • Câmera e Interfone
  • Portões automáticos
  • Garagem
  • Jardim
  • Piscina
  • Área de Lazer
  • Caixas d’água
  • Geradores
  • Pintura e Estrutura

Estes são apenas alguns itens que devem ser verificados, mas a gestão vai além desta lista.

E ainda, para manter tudo em ordem, é importante definir uma frequência para a avaliação destes itens.

Portanto, uma sugestão é criar diferentes checklists como: avaliação diária, semanal, quinzenal, mensal, semestral.

Assim, você pode otimizar sua tarefa, uma vez que alguns itens não precisam ser avaliados todos os dias.

Então, crie a lista de checklists para seu condomínio e comece a facilitar a sua vida! 

Se você gostou deste artigo, pedimos o favor de compartilhar com outros interessados e em suas redes sociais.

Assim, vamos conseguir auxiliar mais pessoas!

Esperamos que tenha tido uma boa leitura.

Muito Obrigado.

Deixe uma resposta